Movimento Esquerda Socialista (MES/PSOL) MES MES: Movimento Esquerda Socialista

Tsipras: “A vontade do povo ninguém pode ignorar!”

Hoje, 5 de julho, cerca de 11 milhões de gregos estão convocados a ir às urnas para decidir se o governo do SYRIZA (Coligação da Esquerda Radical), eleito em janeiro de 2015, deve aceitar a última proposta feita pelos credores internacionais. Em outras palavras, o que está em jogo é se os gregos decidem aceitar os duros cortes e a intensificação da austeridade ou optam por empoderar o governo para negociar outras condições.

Yanis Varufakis, Ministro da Economia da Grécia, disse em entrevista ao jornal EL MUNDO que se ganha o “não” o primeiro ministro grego, Alexis Tsipras, contará com mais armas para conseguir negociar um acordo melhor. Mas isso não significa que a vitória do “não” garante um acordo fantástico mas certamente não será não ruim como o último proposto.

Ao votar no primeiro horário da manhã, Tsipras deu entrevistas e disse que este é o dia em que a democracia superou o medo e a extorsão. “A vontade do governo, muitos podem ignorar. A vontade do povo, ninguém”, afirmou cercado de dezenas de câmeras de repórteres do mundo todo.

 

 

 

 

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

A décima terceira edição da Revista Movimento dedica-se ao debate sobre os desafios da esquerda socialista no Brasil diante da crise nacional que se desenrola há anos e do governo Bolsonaro. Para tanto, foram convidados dirigentes do PSOL, do MES e de outras organizações revolucionárias que atuam no partido. O dossiê sobre a estratégia da esquerda e o PSOL reflete os desafios da organização de um polo socialista no interior do partido. Há também, na seção nacional, reflexões sobre a crise econômica brasileira, as revelações de The Intercept e as lutas da juventude e da negritude. As efemérides do centenário da escola Bauhaus e do cinquentenário do levante de Stonewall também aparecem no volume, além da tese das mulheres do MES para o Encontro de Mulheres do PSOL.

Solzinho