Movimento Esquerda Socialista (MES/PSOL) MES MES: Movimento Esquerda Socialista

Para entender o Brasil, olhemos para o mundo [Fala de Kshama Sawant]

Fala de Kshama Sawant – vereadora socialista de Seattle

tradução Maia Gonçalves do site www.mhuffpost.com para o Portal de La Izquierda

Neste fim de semana os eleitores do estado de Washington, nos EUA, garantiram uma enorme vitória para Bernie Sanders, com 73% dos votos. Na noite anterior às prévias, milhares foram ao Seattle Safeco Field para ouvir Bernie falar. Mas antes de Bernie subir ao palco, eu pude me endereçar a um público de aproximadamente 15.000 pessoas que se sentiu atraído pelo chamado por uma alternativa à política de Wall Street e do 1%.

“Seattle, vocês estão prontos para uma revolução política?

Vocês estão prontos para acolher Bernie Sanders na primeira grande cidade que ganhou um salário mínimo de US$ 15?
Meu nome é Kshama Sawant. Eu sou uma vereadora socialista de Seattle. Fui eleita sem receber um centavo das grandes corporações, lutando por um salário de US$ 15/hora e disputando como independente contra o establishment corporativo.
Nossa campanha popular foi centrada em torno da demanda dos US$ 15/hora, algo que o establishment político e a mídia zombou. Mas nós ganhamos.
Vocês sabem por que nós ganhamos? Porque nos organizamos! Porque os trabalhadores de Seattle se organizaram.

Porque: Quando lutamos, vencemos! [Cantado várias vezes]
Em novembro do ano passado, fui reeleita apesar de meio milhão de dólares das corporações sendo jogados contra nós. A campanha de Bernie é sobre isso: ​​Lutando e jogando fora o livro de regras da política corporativa.
Irmãs e irmãos, devemos permanecer unidos contra a misoginia, a intolerância e a islamofobia do bilionário Donald Trump.
Mas, sejamos claros, a campanha vil de Trump não surgiu do nada. Ela cresce para fora do pântano do racismo e do sexismo onde nada a política corporativa.

Vamos dizer o que defendemos alta e claramente: Vidas negras importam! [Cantado várias vezes]

Irmãs e irmãos, apenas 90 empresas são responsáveis por quase dois terços das emissões globais de carbono que estão esquentando nosso planeta. Este é o produto do casino gigantesco de especulação criado por esses ladrões de Wall Street. Neste sistema, o mercado é Deus e tudo é sacrificado no altar do lucro.

O futuro do nosso planeta exige que decidamos democraticamente como usar os recursos destas corporações gigantes, tornando-os propriedade pública democrática.
Isso é o socialismo democrático – colocar as pessoas e o planeta acima o lucro!
Precisamos de um presidente que lute pelos trabalhadores, pelos sindicatos e pelos imigrantes. Nós não precisamos de um presidente que ganhou milhões de dólares dos bancos de Wall Street!
Porque, como diz Bernie, o Congresso não regula Wall Street, Wall Street controla o Congresso. As grandes empresas financiam e controlam esses partidos políticos. Concordo com Bernie, é preciso pensar grande e fora da caixa.

Precisamos de um novo partido dos 99% e precisamos de candidatos em todos os lugares lutando por aquilo que Bernie defende: US$ 15/hora, Medicare para todos e educação gratuita.
Eu quero sentir o Bernie até novembro, e vocês?
Precisamos construir uma revolução que pode realmente tomar nosso país das mãos de bilionários e devolvê-lo às mãos de pessoas que trabalham. Solidariedade.”

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Na quinta edição da Revista Movimento, trazemos ao público um especial sobre a crise brasileira. Nele, publicamos longa entrevista com o economista Plinio Sampaio Jr., que oferece instigante diagnóstico do fracasso da política econômica conduzida pelos governos do PT. Fecham a seção dois artigos sobre o poder das corporações no capitalismo global e a teia corrupta que estabelecem com Estados e governos. Um conjunto de artigos sobre a situação internacional aborda as dificuldades enfrentadas pelo governo Trump, a crise na Venezuela e o avanço das lutas no Peru.

Abaporu

Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky

Leon Trotsky Joseph Stalin