Movimento Esquerda Socialista (MES/PSOL) MES MES: Movimento Esquerda Socialista

Leia o discurso de Alexis Tsipras na véspera do referendo grego

Cidadãos de Atenas, povo grego, hoje, nós não estamos protestando, hoje nós estamos celebrando. Hoje a democracia é celebração, a democracia é felicidade, a democracia é salvação, a democracia é a porta de saída. E hoje nós estamos celebrando a vitória da democracia. Não importa o que a segunda-feira trará, nós já somos vitoriosos. A Grécia tem enviado uma mensagem de dignidade, de altivez. Ninguém, ninguém pode ignorar essa paixão, ninguém pode ignorar esse entusiasmo pela vida, essa avidez pelo otimismo. Hoje nós estamos celebrando nossa determinação de tomar nossos destinos em nossas próprias mãos e de dar uma palavra para o povo grego, dar um chão para o povo grego. Hoje nós estamos celebrando e cantando para superar o medo, superar a chantagem. A Europa, a Europa que nós conhecíamos, a Europa cujos princípios fundacionais nada tem a ver com chantagens e ultimatos. E hoje neste momento, os olhos da Europa inteira estão voltados para vocês, para o povo grego, para as 3 milhões de pessoas na pobreza, 1,5 milhão desempregadas.

Hoje, hoje o planeta inteiro tem os olhos voltados para a praça Syntagma, para as pequenas e grandes praças de nosso país, eles voltaram os olhos para o lugar onde a democracia nasceu. É neste lugar que nós damos uma oportunidade para a democracia retornar à Europa, porque nós queremos que volte para seus princípios fundantes, para os princípios que foram deixados de lado por muitos anos para que fossem implementados programas de austeridade forçando as populações a fazer escolhas contra sua vontade. Cidadãos de Atenas, povo grego, no Domingo todos nós unidos mandaremos uma mensagem de democracia e dignidade para a Europa e o mundo todo. Nós estamos novamente mandando uma mensagem de esperança para os povos, porque no domingo nós não estaremos meramente decidindo sobre a Grécia e a Europa, nós estaremos decidindo viver na Europa com dignidade, trabalhar e progredir na Europa, ser iguais entre iguais na Europa.

(Cantos de OXI! OXI!)

E acreditem em mim, ninguém tem o direito de ameaçar separar a Grécia de seu lugar geográfico natural, ninguém tem o direito de ameaçar dividir a Europa. Grécia, nosso lar, Grécia foi tem sido e continuará a ser o berço da civilização europeia, foi a partir desta terra, de acordo com a mitologia, que Zeus tomou a Europa. E é a deste lugar exato que tecnocratas da austeridade querem violentar a Europa novamente. Então nós devemos dizer “não”, nós devemos dizer “não” a eles neste domingo. Nós deixaremos a Europa permanecer nas mãos daqueles que querem afastá-la de sua tradição democrática, seus princípios fundantes, seus princípios de democracia, solidariedade e respeito mútuo? Cidadãos de Atenas, homens e mulheres de todas as idades, vocês se reuniram hoje aqui na praça Syntagma, encheram as ruas de Atenas e outras cidade, desafiando o crescente terrorismo e alarmismo dos últimos dias. Cidadãos de Atenas, povo grego, o povo grego tem mostrado ao longo da história que sabe como responder a ultimatos. Em certas ocasiões, ultimatos podem ser devolvidos. As mais brilhantes dessas folhas e páginas da história desse lugar, e as mais gloriosas páginas da história de nosso povo foram folhas e páginas de virtude e de coragem. Então, eu estou chamando que vocês mais uma vez escrevam momentos históricos, momentos edificantes de liberdade novamente. Eu estou chamando vocês para dizer não aos ultimatos, um grande e altivo não, para virar as costas para aquelas pessoas que aterrorizam vocês diariamente.

E na segunda-feira, na segunda-feira não importa qual for o resultado do processo democrático do veredicto popular, o veredicto desse processo que alguns temiam e queriam prevenir, não importa qual seja o resultado na segunda-feira, nós devemos dizer uma “não” definitivo à divisão nacional. Não importa o que nós decidamos no Domingo, na segunda-feira homens e mulheres da Grécia nada têm a dividi-los. Devemos lutar juntos para construir uma Grécia que vai ser muito melhor que a Grécia que foi destruída após cinco anos de destruição.

(OXI!)

Família, eu apelo a vocês que fechem os ouvidos para as sirenes do alarmismo, para vocês decidirem com seus corações e suas mentes, calmamente decidam, decidam para uma Grécia que será altiva numa Europa democrática, para um povo, um pequeno povo que tem lutado sem espadas e balas, mas um pequeno povo que tem lutado, tendo em suas mãos, a maios poderosa arma do planeta: justiça. Nós estamos certos, a justiça está do nosso lado, nós estamos certos, ninguém pode esconder isso, ninguém pode esconder que estamos certos. Cidadãos de Atenas, povo grego, liberdade requer coragem e virtude. Vocês, nós, todos nós, tem tanto virtude quanto coragem, e nós somos livres, nós estamos respirando o ar da liberdade, não importa o que aconteça, nós somos os vencedores, nós devemos ser os vencedores, a Grécia venceu, a democracia venceu, as chantagens e ameaças foram derrotadas. Até mais, sejam fortes, eu estou orgulhoso. Com orgulho e dignidade, nós vamos escrever a história, nosso povo vai avançar, vai seguir em frente. A Grécia e a Europa da democracia e da solidariedade.

Até mais.

(tradução do Grego para o inglês via The Press Project)

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Na quinta edição da Revista Movimento, trazemos ao público um especial sobre a crise brasileira. Nele, publicamos longa entrevista com o economista Plinio Sampaio Jr., que oferece instigante diagnóstico do fracasso da política econômica conduzida pelos governos do PT. Fecham a seção dois artigos sobre o poder das corporações no capitalismo global e a teia corrupta que estabelecem com Estados e governos. Um conjunto de artigos sobre a situação internacional aborda as dificuldades enfrentadas pelo governo Trump, a crise na Venezuela e o avanço das lutas no Peru.

Abaporu

Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky Uma biografia inédita de Stalin escrita por Leon Trotsky

Leon Trotsky Joseph Stalin