Movimento Esquerda Socialista (MES/PSOL) MES MES: Movimento Esquerda Socialista

CAMPANHA DEMOCRÁTICA: Cunha quer tirar o PSOL dos debates!

Luciana Beto AlbuquerqueA contra-reforma política que o presidente da casa Eduardo Cunha impôs à Câmara dos Deputados, tem o objetivo claro de tirar a possibilidade do PSOL participar dos debates na TV, é endereçada. Por meio de uma decisão autoritária, conduzida por uma manobra política, Cunha que está envolvido em escândalos de corrupção da Operação Lava-Jato, quer evitar a todo custo que se possa, de fato mudar, a política.

Como seus aliados usam a política como negócio, precisam da despolitização do povo para continuar realizando alianças sem programa e trocando legendas por tempo de TV. O setores conservadores no qual se apoiam, precisam que a política seja despolitizada e a democracia anti-democrática. Dessa maneira, podem fazer seus negócios às escuras.

Sabendo que o PSOL denuncia os esquemas e suas propostas têm ganhado força e apoio, a contra-reforma, pretende tirar dos debates o deputado Marcelo Freixo (PSOL RJ), por exemplo, que fez 28% nas últimas eleições a prefeito do RJ. Pretende tirar dos debates Luciana Genro (PSOL RS) que foi candidata à presidência da República e obteve 1,6 milhões de votos.

Em recente declaração à ZH, jornal do Rio Grande do Sul, Luciana Genro questionou:

Hoje, além do PSOL, o PV também seria excluído dos debates em 2016. Imaginem o que seriam os debates na eleição passada sem mim e o Eduardo Jorge (PV)?

Por isso,  Luciana e dirigentes do PSOL já começaram uma campanha democrática para barrar esta medida, procurando outros partidos e mobilizando sua base social nas ruas e nas redes. Não aceitaremos de um deputado envolvido em escândalo de R$ 5 milhões que deveria ter a hombridade de sair da presidência da Câmara com tal acusação,  querer calar o PSOL e os partidos identificados com a luta dos trabalhadores e a maioria do povo.

Aprovado na Câmara e agora em tramitação no Senado, é preciso evitar que este ataque se consolide. Precisaremos unir forças com todos aqueles e aquelas que acreditam que a democracia deve ser realmente democrática. Não à contra-reforma de Cunha!

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Publicamos a décima edição de nossa Revista Movimento. Dessa vez, celebramos os 80 anos de fundação da IV Internacional, comemorados em setembro de 2018, com uma seção especial. Há, também, artigos na seção internacional e de teoria. Fechamos esta edição quando a eleição brasileira se encerrava. Como não poderia deixar de ser, nesta décima edição de Movimento, apresentamos nossas primeiras análises sobre os resultados eleitorais. Sabemos que a vitória de Jair Bolsonaro trará graves ataques à classe trabalhadora e ao povo brasileiro. Estaremos com nosso povo, lutando em defesa das liberdades democráticas e de nossos direitos. Mais uma vez, esperamos que a revista seja uma ferramenta útil de construção e formação para nossos camaradas. Boa leitura!

Solzinho