Movimento Esquerda Socialista (MES/PSOL) MES MES: Movimento Esquerda Socialista

Barcelona: Ada Colau trava despejo no primeiro dia de mandato

A nova presidente de Câmara de Barcelona, Ada Colau, marcou o seu primeiro dia de mandato com o impedimento de um desalojamento dos nove previstos para esta segunda-feira em Nou Barris, que, como aconteceu com todos os outros, foi suspenso por solicitação do município e dos serviços sociais.

“Esta atuação, no primeiro dia de mandato, foi de emergência”, sublinhou a ex-porta-voz da Plataforma dos Afetados pela Hipoteca. O “ideal” é que os eleitos não tenham que se deslocar para travar os despejos “um por um”.

“Nenhum” dos nove despejos previstos para esta segunda-feira em Nou Barris, que a Câmara tomou conhecimento, – sete por falta de pagamento do crédito à habitação e dois por não pagamento da renda – avançou “graças ao processo de suspensão” interposto pela autarquia local.

Ada Colau deu alguns detalhes sobre o processo de desalojamento em que interveio, um dos quatro em que não tinha a certeza de que tivesse sido suspenso.

Tratava-se de uma família com filhos de 2 e 7 anos, que encontrou por volta das 8h30 horas “agoniada e com as malas à porta” do seu apartamento, por não terem recebido a notificação que o desalojamento tinha sido suspenso.

A presidente de Câmara impediu o desalojamento através de um telefonema para o banco, o Bankia, que lhe confirmou que o mesmo tinha sido suspenso. Quando a polícia chegou para executar a ordem judicial, fez questão de também os informar sobre a suspensão do processo, uma vez que estes também não estavam informados desse facto.

Colau explicou ainda que as trabalhadoras e educadoras dos serviços sociais se encarregaram de levar as crianças à escola e aproveitou para lhes agradecer pelo “trabalho de trincheira” que fazem nestas situações difíceis.

Segundo Ada Colau, o governo municipal que encabeça tem que “trabalhar para conseguir soluções estruturais, soluções estáveis, revendo protocolos que não estão a funcionar bem, reforçando recursos municipais para estas situações de emergência habitacional”, como a oferta de habitação pública e a mediação.

“Nova fase” em Barcelona

“Para iniciar uma nova fase na Câmara de Barcelona, em que se dê a prioridade que a questão da habitação merece”, a autarca anunciou que levará à primeira reunião de câmara da próxima quarta-feira a convocação urgente da Mesa de Prevenção dos Desalojamentos.

Na reunião participarão todos os atores (judiciais, entidades financeiras, entidades sociais, os departamentos da câmara) que tratam desta problemática, em que quer “participar pessoalmente”. Este órgão tratará de estabelecer regras e critérios para a revisão dos protocolos e melhor a coordenação.

VIA ESQUERDA.NET

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

A décima terceira edição da Revista Movimento dedica-se ao debate sobre os desafios da esquerda socialista no Brasil diante da crise nacional que se desenrola há anos e do governo Bolsonaro. Para tanto, foram convidados dirigentes do PSOL, do MES e de outras organizações revolucionárias que atuam no partido. O dossiê sobre a estratégia da esquerda e o PSOL reflete os desafios da organização de um polo socialista no interior do partido. Há também, na seção nacional, reflexões sobre a crise econômica brasileira, as revelações de The Intercept e as lutas da juventude e da negritude. As efemérides do centenário da escola Bauhaus e do cinquentenário do levante de Stonewall também aparecem no volume, além da tese das mulheres do MES para o Encontro de Mulheres do PSOL.

Solzinho