Movimento Esquerda Socialista (MES/PSOL) MES MES: Movimento Esquerda Socialista

Ativista da luta contra os despejos pode ganhar eleições em Barcelona

Ada Colau encabeça uma vasta coligação em que participam Iniciativa per Catalunya Verds, Esquerra Unida i Alternativa, Equo, Procés Constituent e Podemos. Sondagem divulgada neste domingo pelo “El Pais” dá a “Barcelona em Comú” o primeiro lugar com 27% e prevê uma derrota para PP e PSC/PSOE.


A sondagem divulgada este domingo pelo jornal espanhol “El Pais” aponta para a possibilidade de a coligação “Barcelona em Comú” ganhar as eleições municipais do próximo domingo na capital catalã. Prevê ainda a possibilidade de serem eleitos autarcas de sete forças políticas em vez de cinco, como aconteceu em 2011, e a derrocada do partido de Rajoy e do PSC/PSOE. O PP poderá descer de terceira para sétima força e o PSC de segunda para sexta força.

A coligação “Barcelona em Comú” é uma plataforma cidadã que concorre em Barcelona às eleições municipais de 2015. Na coligação participam diversos movimentos e partidos, nomeadamente Iniciativa per Catalunya Verds, Esquerra Unida i Alternativa, Equo, Procés Constituent e Podemos.

A coligação é encabeçada por Ada Colau, investigadora e ativista dos direitos humanos, que foi fundadora e porta-voz, durante cinco anos, do movimento de luta contra os despejos – Plataforma de Afectados por la Hipoteca (PAH). A PAH já paralisou 1.663 despejos e a sua Obra Social realojou 2.500 pessoas.

A sondagem divulgada este domingo pelo “El Pais” aponta que “Barcelona en Comú” pode vencer as eleições, obter 27% dos votos, eleger Ada Colau como presidente da Câmara de Barcelona e 12 autarcas para a vereação (concejales). A Câmara de Barcelona é composta por 41 concejales.

Na sondagem, o partido da direita nacionalista catalã Convergència i Unió (CiU) encontra-se em segundo lugar, com uma previsão de obter 22% dos votos e 10 mandatos. Nas últimas eleições municipais de 2011 em Barcelona a CiU foi o partido vencedor, com 28,7% e 14 mandatos.

Em terceiro lugar na sondagem aparece o novo partido Ciudadanos com previsão de 13,9% e 6 mandatos.

Em quarto lugar está a Esquerra Republicana de Catalunya (ERC) com 12% e 5 mandatos. Em 2011, a ERC foi o quinto partido mais votado com 5,6% e dois mandatos.

Em quinto lugar encontra-se a Candidatura d’Unitat Popular (CUP) com 8,3% e 3 mandatos. A CUP teve 1,95% em 2011, não tendo elegido nenhum autarca.

Em sexto lugar, na sondagem, aparece o Partit dels Socialistes de Catalunya (PSC-PSOE) com 8,3% e 3 mandatos. Em 2011, o PSC ficou em segundo lugar com 22,1% e 11 mandatos.

Em sétimo lugar está o PP com 5,1% e 2 mandatos. Em 2011, o PP ficou em terceiro lugar com 17,2% e 9 mandatos.

Fonte: Esquerda.net

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Neste mês de março, preparamos uma nova edição da Revista Movimento, dedicada especialmente para a reflexão e elaboração política sobre a luta das mulheres. Selecionamos um conjunto de materiais – artigos teóricos, textos políticos, documentos e uma especial entrevista – com o intuito de aprofundar o esforço consciente demonstrado por nossa organização nos últimos anos em avançar na compreensão sobre o tipo de feminismo que defendemos, bem como sobre o papel essencial e a importância estratégica que a luta feminista tem para a construção de um projeto anticapitalista. Um desafio exigido pela atual conjuntura, marcada pela ascensão de governos de extrema-direita no mundo, na qual o movimento feminista tem se apresentado como contraponto e trincheira de resistência fundamental. Por isso, esta edição pretende, antes de mais nada, auxiliar e fortalecer nossas intervenções feministas nesse momento, a começar por duas datas muito significativas que inauguram este mês: o 8 e o 14 de março, dia em que se completará um ano do brutal assassinato de nossa companheira Marielle Franco. Esperamos que seja proveitoso e sirva como instrumento para as nossas batalhas. Boa leitura!

Solzinho