Movimento Esquerda Socialista (MES/PSOL) MES MES: Movimento Esquerda Socialista

Ativista da luta contra os despejos pode ganhar eleições em Barcelona

Ada Colau encabeça uma vasta coligação em que participam Iniciativa per Catalunya Verds, Esquerra Unida i Alternativa, Equo, Procés Constituent e Podemos. Sondagem divulgada neste domingo pelo “El Pais” dá a “Barcelona em Comú” o primeiro lugar com 27% e prevê uma derrota para PP e PSC/PSOE.


A sondagem divulgada este domingo pelo jornal espanhol “El Pais” aponta para a possibilidade de a coligação “Barcelona em Comú” ganhar as eleições municipais do próximo domingo na capital catalã. Prevê ainda a possibilidade de serem eleitos autarcas de sete forças políticas em vez de cinco, como aconteceu em 2011, e a derrocada do partido de Rajoy e do PSC/PSOE. O PP poderá descer de terceira para sétima força e o PSC de segunda para sexta força.

A coligação “Barcelona em Comú” é uma plataforma cidadã que concorre em Barcelona às eleições municipais de 2015. Na coligação participam diversos movimentos e partidos, nomeadamente Iniciativa per Catalunya Verds, Esquerra Unida i Alternativa, Equo, Procés Constituent e Podemos.

A coligação é encabeçada por Ada Colau, investigadora e ativista dos direitos humanos, que foi fundadora e porta-voz, durante cinco anos, do movimento de luta contra os despejos – Plataforma de Afectados por la Hipoteca (PAH). A PAH já paralisou 1.663 despejos e a sua Obra Social realojou 2.500 pessoas.

A sondagem divulgada este domingo pelo “El Pais” aponta que “Barcelona en Comú” pode vencer as eleições, obter 27% dos votos, eleger Ada Colau como presidente da Câmara de Barcelona e 12 autarcas para a vereação (concejales). A Câmara de Barcelona é composta por 41 concejales.

Na sondagem, o partido da direita nacionalista catalã Convergència i Unió (CiU) encontra-se em segundo lugar, com uma previsão de obter 22% dos votos e 10 mandatos. Nas últimas eleições municipais de 2011 em Barcelona a CiU foi o partido vencedor, com 28,7% e 14 mandatos.

Em terceiro lugar na sondagem aparece o novo partido Ciudadanos com previsão de 13,9% e 6 mandatos.

Em quarto lugar está a Esquerra Republicana de Catalunya (ERC) com 12% e 5 mandatos. Em 2011, a ERC foi o quinto partido mais votado com 5,6% e dois mandatos.

Em quinto lugar encontra-se a Candidatura d’Unitat Popular (CUP) com 8,3% e 3 mandatos. A CUP teve 1,95% em 2011, não tendo elegido nenhum autarca.

Em sexto lugar, na sondagem, aparece o Partit dels Socialistes de Catalunya (PSC-PSOE) com 8,3% e 3 mandatos. Em 2011, o PSC ficou em segundo lugar com 22,1% e 11 mandatos.

Em sétimo lugar está o PP com 5,1% e 2 mandatos. Em 2011, o PP ficou em terceiro lugar com 17,2% e 9 mandatos.

Fonte: Esquerda.net

Movimento - Crítica, teoria e ação

Apresentação

Publicamos a décima edição de nossa Revista Movimento. Dessa vez, celebramos os 80 anos de fundação da IV Internacional, comemorados em setembro de 2018, com uma seção especial. Há, também, artigos na seção internacional e de teoria. Fechamos esta edição quando a eleição brasileira se encerrava. Como não poderia deixar de ser, nesta décima edição de Movimento, apresentamos nossas primeiras análises sobre os resultados eleitorais. Sabemos que a vitória de Jair Bolsonaro trará graves ataques à classe trabalhadora e ao povo brasileiro. Estaremos com nosso povo, lutando em defesa das liberdades democráticas e de nossos direitos. Mais uma vez, esperamos que a revista seja uma ferramenta útil de construção e formação para nossos camaradas. Boa leitura!

Solzinho